O que os Monges Shaolin fazem antes de treinar?

Base do cavalo

Fazendo a prática abaixo antes dos seus treinos é garantia de que sua mente será tão flexível quanto seu corpo.

O fundador do Zen e criador do Kung Fu Shaolin e Qigong era filho de um rei da casta dos guerreiros na Índia. Quando era um menino, o seu professor de ensinamentos Budistas lhe mostrou uma joia e perguntou: “Existe algo mais precioso que esta jóia? ”. Então, o Boddhidarma respondeu: “Uma mente clara vale muito mais que uma joia preciosa”.

Boddhidarma levou 3 anos na sua jornada da Índia para a China. Ele levou consigo seus pergaminhos com os ensinamentos budistas. Depois de seu encontro, sem sucesso, com o Imperador Chinês, ele atravessou o Rio Yangtze e chegou no Templo Shaolin onde era conhecido como “O Indiano que encara a parede”. Seus ensinamentos eram mais direcionados ao entendimento da natureza búdica do que o entendimento intelectual propriamente dito.

Se está com sede, não é a descrição de um copo de água que vai saciá-la.

Boddhidarma dava uma grande importância na prática de exercícios para manter o corpo saudável. Para ele, mantendo o corpo saudável, a nossa energia mental aumenta e nos prepara para as rigorosas práticas de meditação. Ele também ensinou que o Kung Fu Shaolin e o Qigong também fazem parte do caminho para o Zen.

Boddhidarma sempre é representado com uma expressão séria. Isto representa sua resiliência e seu espírito determinado (diz que uma certa vez ele arrancou suas sobrancelhas para evitar que adormecesse enquanto meditava).

Quando você treina nas Artes Marciais de Shaolin, Boddhidarma é um dos seus ancestrais espirituais mais importantes. Você pode obter muitos benefícios através da energia desse grande Mestre Indiano, mesmo não sendo budista ou não tendo nenhuma religião.

Assim como Buddha, ele abriu mão das suas riquezas para virar um monge. Ele não ganhava nada material a partir de seus estudos e práticas. Seus ensinamentos eram autênticos e profundos. Quando estudava no Templo Shaolin, nosso mestre nos passava um ensinamento e nos pedia para que pensássemos nele durante toda a semana e o aplicássemos nos nossos treinos de Kung Fu e Qigong. Apesar de nem sempre conseguir entender estes ensinamentos, essa prática acabou tornando a minha mente mais flexível e ampla.

Sugiro que você adicione esta prática aos seus treinos e veja como você se sai. Seguem alguns ensinamentos Zen para que você possa começar:

Busque o nada: “Quando você busca o nada, você está no Caminho. Buscar o nada é a felicidade. ”
Olhe para dentro: “Já ouviu dizer que a luz que cada um emana é mais forte que mil sóis? Aqueles que estão no escuro buscam fora enquanto que os iluminados não permanecem dentro de seus limites. ”
Coração e Mente focados no agora: “ Andar, ficar de pé, sentar ou deitar, tudo o que você faz é Zen. Saber que a mente é vazia, é ver o Buddha. Não ver mente alguma, é ver o Buddha”.
Transcender todos os dias: “Transcender a ação e a quietude é a maior nível de meditação que se pode alcançar. Mortais se mantem em movimento, enquanto que os Buddhas permanecem estáticos. Entretanto, o nível de meditação mais alto é aquele que ultrapassa tanto os métodos dos Mortais quanto os dos Buddhas. Pessoas que atingem esse conhecimento, libertam-se de todas as aparências sem esforço e se curam de todas as doenças sem tratamento. Esse é o poder do Zen. ”


Por Shifu Yan Lei

Deixe uma resposta