A arte suprema do Tai Chi Chuan

Tai Chi Chuan

Há uma lenda que diz que o Tai Chi Chuan (Tai Kek Kuen) foi criado por um monge Taoísta do século XII chamado Zhang San Feng. Tal lenda diz que ele foi visitado pelo “Espírito da Montanha Mou Tong” e este lhe ensinou as técnicas da arte marcial chamada Tai Chi Chuan. Entretanto, o que se sabe mesmo é que suas origens se encontram no condado de Wenxian, na província de Henan com o mestre Chen Wangting, da pequena cidade de Chen Jiagou, e Jiang Fa, que morava na vila Xiaoliu e estudava artes marciais em Shanxi.

“Acima da cabeça está o céu, abaixo dos pés está a terra. O Tai Chi Chuan é um treinamento de união do céu e da terra dentro do homem; é um treinamento de união do corpo e do espírito.
A vida depende da energia primordial. A energia primordial é o Deus criador do universo e que está dentro de nós. O Tai Chi Chuan cultiva a Deus na medida em que preserva a energia primordial em nosso corpo.
A vida é movimento. O Tai Chi Chuan é a prática que traz o verdadeiro descanso, porque seu movimento leva à serenidade. O Tai Chi Chuan é também uma forma de auto-massagem interna e externa, atuando em todos os sistemas orgânicos do corpo, promovendo a circulação do sangue e da energia.
O Tai Chi Chuan revitaliza o corpo e serena a mente, despertando a espiritualidade. O Tai Chi Chuan transforma a respiração, preserva a juventude e prolonga a vida.
O Tai Chi Chuan é uma prática que desperta o Amor, levando a humanidade a uma maior união e a verdadeira paz.”

(Liu Pai Lin)

Princípios básicos do Tai Chi Chuan segundo Mestre Chan Kowk Wai:

“A assimilação dos fundamentos, que possuem muitas posturas e movimentos encontrados em outras artes marciais tradicionais chinesas da época, e a prática em formas tradicionais de Wushu.
A assimilação dos métodos tradicionais de cultivo da saúde. O Tai Chi Chuan demonstra ser um dos mais recentes desenvolvimentos dentro do processo gradual que se extendeu por séculos, combinando o wushu com formas tradicionais de exercícios internos, meditação e exercícios calistênicos para melhorar a saúde e atingir a longevidade. Estes envolviam relaxamento, concentração e técnicas respiratórias. Muitos destes elementos podem ser vistos dentro do Tai Chi Chuan.
A assimilação das teorias clássicas de medicina e filosofia. O Tai Chi Chuan, como muitos dos exercícios acima mencionados, adotou as teorias tradicinais da medicina chinesa para promover o Qi, ou energia vital, que circula pelo corpo humano para assegurar um ótimo funcionamento para os orgãos internos. Quanto a parte filosófica, o Tai Chi Chuan está intrínssicamente ligado ao Ba Gua e outras tradições taoístas.”
(Chan Kowk Wai)

Princípios básicos conforme Yang Chengfu:

1. Suspender a cabeça pelo topo com leveza e sensibilidade [Xu Ling Ding Jin]

2. Esvaziar o peito [Han Xiong] e alongar as costas [Ba Bei]

3. Relaxar a cintura [Song Yao]

4. Distinguir entre o cheio e o vazio [Fen Xu Xhi]

5. Relaxar os ombros [Chen Jia] e soltar os cotovelos [Zhui Zhou]

6. Usar a mente e não a força muscular [Yong Yi Bu Yong Li]

7. Interligar os movimentos da parte superior e inferior do corpo [Shang Xia Xiang Sui]

8. Unir o interior e o exterior [Nei Wai Ziang He]

9. Mover-se com continuidade, sem rupturas [Xiang Liau Bu Duau]

10. Buscar a quietude dentro do movimento [Dong Zhing Qiu Jing]

(Yang Chengfu)

Apenas os estilos abaixo são reconhecidos oficialmente como estilos tradicionais de arte marcial chinesa. Existem outros estilos de Tai Chi Chuan, como os simplificados (de 24, 48, 66 e 88 movimentos) que têm por base o estilo Yang, mas não são tradicionais.

Estilo Chen

Esta é a forma original do Tai Chi Chuan, proveniente de Henan, desenvolvida pela família Chen e só chegou em Beijing em 1928. Este estilo ainda mantém alguns dos saltos, pisões, explosões de energia e movimentos fortes e graciosos. Com muitas voltas e torções, a sua prática é difícil e cansativa.

Estilo Yang

Desenvolvida a partir do estilo Chen por Yang Luchan, a forma existente nos dias de hoje foi desenvolvida pelo seu neto, Yang Chengfu. Sendo o estilo mais popular e conhecido na China e no resto do mundo, os seus movimentos são proporcionais e relaxados.

Esse é o estilo que praticamos em nossa academia.

Estilo Wu

Desenvolvido em Beijing por Wu Quanyou e o seu filho, Wu Jianquan, baseada na prática do estilo Yang por ambos. Desbancada pela popularidade da escola Yang, a escola Wu têm os seus movimentos como suaves, lentos e compactos.

Estilo Hao

Desenvolvido originalmente por Wu YuXiang que estudou em Henan o estilo da família Chen. Hao Weizhen, discípulo de de Wu, levou o estilo até Beijing. Suas características principais são a simplicidade e clareza, nos movimentos lentos, suavez e compactos, bases mais altas e caminhar restrito.

Estilo Sun

No final da dinastia Qing, Sun Lutang estudou Xingyi Quan, Bagua Zhang, e, em seguida, Tai Kek Kuen estilo Hao e assim desenvolveu o seu próprio estilo. Os movimentos são ligeiros e leves, utilizando métodos de abrir e fechar as mãos. Uma característica marcante do estilo Sun é a ligeira movimentação de base.

Armas do Tai Chi Chuan

  • Espada reta (Jian)
  • Leque
  • Facão (Dao)
  • Lança
  • Bastão

Alguns filmes de Tai Chi

Tai Chi Master Tai Chi Zero

Alguns livros de Tai Chi

Livro Tai Chi Chuan

Deixe uma resposta